Como funciona o reconhecimento facial?

A tecnologia vem ganhando espaço em diversos segmentos na sociedade. Recursos que outrora pareciam coisa de Hollywood agora ganham espaço no nosso cotidiano. Um dos recursos que mais tem ganhado destaque pela tecnologia que emprega é o reconhecimento facial.

Esse recurso é muito usado pelos sistemas de segurança pública de países referências em segurança, como Japão, China e Inglaterra, por exemplo, com o objetivo de identificar criminosos com rapidez e precisão. Burlar ou fraudar esse recurso analítico é quase impossível. Recentemente os grandes fabricantes de Smartphones, como Samsung e Apple, começaram a investir gradativamente nesse recurso, fazendo com que seus aparelhos sejam desbloqueados somente com a leitura das características do rosto do proprietário.

Foto: Reprodução

Usuários de smartphones já conseguem fazer o desbloqueio somente com o reconhecimento facial. Foto: Reprodução

Uso na segurança privada:

Na segurança privada, esse sistema é utilizado em prédios, comércios e estacionamentos com o objetivo de identificar pessoas, placas de automóveis etc. Além disso, o recurso também é utilizado nas portarias inteligentes, também com o objetivo de identificar pessoas.

Portanto o reconhecimento facial é uma técnica de identificação baseada nos traços do rosto do individuo. O sistema traça um perfil do rosto da pessoa baseada em suas características, como distância entre os olhos, tamanho do queixo, linha da mandíbula etc. A câmera a ser instalada deve ter uma boa resolução, onde fará a filmagem e logo em seguida o algoritmo do sistema faz o reconhecimento das características do individuo, salvando tudo em um banco de dados. Isso acaba por se tornar uma espécie de identidade biométrica da pessoa.

Crédito: Google Imagens

Mesmo com grande intervalo de tempo, o recurso consegue identificar a pessoa com precisão. A tecnologia empregada nesses sistemas é desenvolvida na China, país que tem mais de 200 milhões de câmeras instaladas. No país asiático o índice de criminalidades é próximo de zero. Recentemente por exemplo, a polícia chinesa efetuou a prisão de um criminoso em um show com mais de 60 mil pessoas. O reconhecimento levou cerca de 0,001 segundo. Ou seja, quase em tempo real. No Brasil os estados do Rio de Janeiro, Bahia e São Paulo por exemplo já utilizam o sistema. Inclusive fazendo prisões por meio dele.

Funcionalidades

Esse sistema é indicado para lugares com bastante fluxo de pessoas, onde exista uma preocupação com a segurança do local. Ainda que o individuo tente se disfarçar a tecnologia é capaz de reconhecê-lo, sendo praticamente impossível enganar o sistema.

A Inova Sistemas de Segurança conta com produtos e recursos modernos e que aliam tecnologia analítica para facilitar o reconhecimento, como câmeras com recurso de inteligência artificial, que além de possuírem ótima resolução, são resistentes a poeira, vento, chuva e corrosão. Oferecendo assim total segurança e durabilidade aos usuário.